Amigdalite Bacteriana Causas Sintomas e Tratamentos

Se você sente dor de garganta, febre e dificuldade de engolir persistente, existe a possibilidade de você estar com amigdalite bacteriana, principalmente se a febre não ceder.

A amigdalite bacteriana é uma inflamação das amígdalas, glândulas situadas no fim da garganta, cuja função é defender a área de vírus e bactérias.

Muitas vezes confundida com dor de garganta comum, a amigdalite bacteriana deve ser tratada e diagnosticada rapidamente para evitar maiores danos às amígdalas, parte importante no nosso aparelho endócrino.

O mais correto é procurar o médico se a dor na garganta não apresentar nenhum tipo de melhora por mais de dois dias, para que a amigdalite bacteriana seja tratada de forma adequada, embora existam algumas providências caseiras que podem ser tomadas, como gargarejo com água salgada.

Sintomas da Amigdalite Bacteriana

  • Febre;
  • Tosse seca;
  • Dificuldade em engolir;
  • Dor na garganta forte por mais de dois dias;
  • Vermelhidão nas amígdalas ( lateral da garganta. );
  • Pontos de pus na garganta;
  • Perda de apetite.

Causas da Amigdalite Bacteriana

A amigdalite bacteriana é uma infecção oportunista, que acaba afetando especialmente pessoas com o sistema imunológico já abalado por outras doenças ou por outros fatores (anemia, subnutrição, entre outros).  Pode ter causa tanto viral quanto bacteriana.

Tipos de Amigdalite Bacteriana

Existem diversos tipos de amigdalite bacteriana, que podem ter tratamentos diferentes, dependendo da agente infeccioso e da duração da infecção:

Amigdalite Bacteriana: Causada geralmente por streptococos e pneumococos, ocorrendo em conjunto com outras doenças pulmonares relacionadas.

Amigdalite Bacteriana Viral: Causada principalmente por adenovirus, Vírus de Epstein-Barr, citomegalovírus , entre outros.

Amigdalite Bacteriana Crônica: Quando a infecção dura mais do que 3 meses ou retorna com freqüência, neste caso, a retirada das amígdalas pode ser recomendada.

Amigdalite bacteriana aguda: Infecção oportunista que se aproveita de um sistema imunológico deficiente, dura menos de 3 meses.

Diagnóstico de Amigdalite Bacteriana

É recomendável consultar um médico no caso de dor de garganta muito intensa ou persistente. O médico geralmente inicia o diagnóstico apalpando a garganta inflamada, buscando por inchaços.

Partindo após isto para um exame visual da situação da garganta e das amígdalas e caso tenha dúvida de qual o agente infeccioso, pode pedir uma raspagem da área para identificação do causador da amigdalite bacteriana.

Entrevista com o Otorrinolaringologista

Confira as dicas dadas pelo Otorrinolaringologista Dr. Edson Monteiro, sobre a Amigdalite. Neste vídeo ele explica o que é e quais são as causas, sintomas e tratamento da amigdalite bacteriana crônica.

Tratamento de Amigdalite Bacteriana

Dependendo do tipo de amigdalite bacteriana desenvolvida, o tratamento pode envolver antibióticos da família da penicilina, que resolvem no caso de infecção bacteriana e remédios para fortalecimento do corpo e combate aos sintomas, quando ela tem origem viral.

Em média, a amigdalite bacteriana aguda dura cerca de 3 dias, mas é padrão manter o tratamento de antibióticos por pelo menos 7 dias, para destruir completamente os agente bacterianos invasores.

Aumentar o consumo de vitamina C e beber muita água é muito recomendável, para auxiliar os anticorpos em sua função de restabelecer o equilíbrio e saúde do corpo. Somente em casos crônicos e extremos as amígdalas são retiradas.

Tratamento Caseiro da Amigdalite Bacteriana

O gargarejo de água morna com sal grosso, além de auxiliar no combate à dor causada pela amigdalite bacteriana, tem também ação bactericida e pode ajudar o tratamento clínico, embora não o substitua totalmente.

Confira aqui a lista completa com remedio caseiro para dor de garganta e Amigdalite Bacteriana. O tratamento da amigdalite bacteriana também pode ser feito através de cirurgia que pode ser feita usando a técnica do laser ou a técnica convencional.

Amigdalite Bacteriana é Contagiosa?

Sim, a amigdalite bacteriana de origem viral é contagiosa. Por isto mesmo é muito contagiosa. Fique atento para os cuidados ao suspeitar de amigdalite bacteriana, para que você não transmita a doença para amigos e parentes.

  • Sempre cubra a boca para tossir.
  • A tosse é uma das mais graves formas de transmitir doenças respiratórias.
  • Lave sempre as mãos, ou higienize-as com álcool gel, várias vezes ao dia.
  • Não compartilhe toalhas ou talheres.
  • Evite também espaços muito fechados.

Caso suspeite de amigdalite bacteriana, evite contato direto com pessoas com o sistema imunológico mais fraco, como crianças e idosos.

Recomendados para você:



51 Responses to “Amigdalite Bacteriana Causas Sintomas e Tratamentos”
  1. TEREZA DE JESEUS GAMA SILVA
    • Larissa
      • irmã fogo
      • irmã fogo
      • Maria
    • Ari
      • Márcia Carneiro Dos Santos
      • Edson junior
    • Rejane
    • happy
    • Anônimo
  2. Luana Ramos
    • Giulia Angelo
    • Pedro
  3. Giulia Angelo
  4. Giulia Angelo
    • Gabriela
  5. Gabriela
  6. rayanne Reginna alves da silva
  7. Marcos
  8. Vivian Santana
  9. Maria Rosa Jaques
    • Paula
    • Igor sousa
  10. renata pereira
  11. Filipe Rangel
  12. Pedro
    • Arislane Guedes
  13. Andre
  14. helena
    • Thaís
  15. Monique
  16. Dr Samel
    • Cida
      • Cida
      • Ana
  17. Vitória Silvério
  18. peseo
    • carol
  19. Marilza santos de jesus
  20. Luana
  21. dana

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *